33º Encontro Técnico AESabesp/Fenasan 2022: primeiro dia tem painel sobre Direitos dos Rios

Palestrantes trouxeram considerações sobre as relações entre os seres humanos e os cursos d´água e suas interfaces para a universalização do saneamento.
direiro-dos-rios

O 33º Encontro Técnico AESabesp/Fenasan 2022 – Congresso Nacional de Saneamento e Meio Ambiente e Feira Nacional de Saneamento e Meio Ambiente trouxe na tarde desta terça-feira, 13 de setembro, um painel com o tema “Direitos dos Rios – considerações sobre as relações entre os seres humanos e os cursos d´água e suas interfaces para a universalização do saneamento”.

Promovidos pela Associação dos Engenheiros da Sabesp – AESabesp, o encontro e a feira, que juntos formam o maior evento de saneamento e meio ambiente da América Latina,  acontecem até 15 de setembro, no Pavilhão Branco do Expo Center Norte/SP.

A coordenação do painel foi feita por Vanessa Hasson, assessora jurídica da AESabesp e membro do Comitê ESG AESabesp, e Márcia Nunes, conselheira fiscal da AESabesp.

“Os rios começaram a ter seus direitos reconhecidos em algumas cidades do Brasil, em uma tentativa de ouvir o que a natureza está querendo nos dizer e, a partir daí, compor todas essas estratégias como forma de reinaugurar esse relacionamento com os rios”, disse Vanessa.

“Neste painel abordamos as relações entre a comunidade e os corpos d´água. Elas são verificadas sobre diversas perspectivas, desde as relações culturais de identificação de uma comunidade diante da conformação territorial onde se desenrola sua existência até as contribuições na gestão dos recursos hídricos em cooperação com as companhias de saneamento”, afirmou Márcia Nunes.

Para falar sobre o tema, estiveram presentes Guilherme Paixão, superintendente da Sabesp, e Sandro Nicodemo, coidealizador e integrante dos coletivos: “A Voz dos Rios” e “Rios de Santo André”.

Na ocasião, Guilherme abordou os benefícios que as obras de saneamento trazem para o meio ambiente e para a população, além da importância da adoção na Sabesp de estratégias de ASG (ambiental, social e governança), agregando valor ao negócio realizado pela companhia.

Guilherme fez ainda um balanço sobre os avanços na coleta e tratamento de esgoto na Região Metropolitana de São Paulo desde 1992, quando teve início o Projeto Tietê.

Por sua vez, Sandro falou sobre as expedições realizadas em cursos d’água como os rios Tietê, Pinheiros, Embu-Mirim e Itapanhaú, com o objetivo de fazer coletas para verificar a qualidade de suas águas, sensibilizando a sociedade sobre a importância de sua preservação.

Sandro também comentou sobre o projeto de elaboração de vídeos sobre os afluentes do Rio Tamanduateí e a respeito do “Nome aos Rios”, iniciativa que realiza oficinas de grafite para identificação de córregos e rios de Santo André.

Promovida pela Associação dos Engenheiros da Sabesp – AESabesp, esta edição tem como tema “Saneamento: prioridade para a vida” e reunirá especialistas do saneamento em 12 mesas redondas e 8 painéis de discussão. Nos três dias do evento, mais de 100 especialistas apresentarão cases, trabalhos técnicos e novidades para o setor.

Para conhecer a programação completa e outras informações, acesse aqui

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
Imprimir
Publicidade
Outras notícias

Cadastro

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da Revista Saneas.