Biólogo de Bali cria sacola biodegradável que pode se transformar em alimento para peixes 

Mergulhador e surfista Kevin Kumala inventou uma solução sustentável para o lixo plástico jogado no fundo do mar e nas praias do local onde mora.
bilogo-cria-sacola-biodegradavel-que-pode-alimentar-peixes-2


O crescimento econômico fez com que as cerca de 17 mil ilhas do arquipélago da Indonésia vivessem um aumento de turistas e moradores nos últimos anos. Isso acarretou mais resíduos descartados pela região, como sacolas plásticas. Incomodado com a situação na ilha de Bali, o biólogo Kevin Kumala, que também surfa e mergulha na região, criou uma sacola sustentável 100% biodegradável, produzida a partir da fécula de mandioca.

A Ásia é uma grande produtora do legume, o que torna a matéria prima para a produção das sacolas abundante e muito barata. Diferente de alternativas biodegradáveis, ela não usa óleo na sua composição, é totalmente sustentável, orgânica e não agride o meio ambiente. Tanto humanos quanto animais podem ingerir o material sem que tenham problemas de saúde. Além disso, a sacola leva de três a seis meses para se decompor no meio ambiente, ao contrário do plástico, que pode passar de 100 anos.

Fonte – Pensamento Verde

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Email
Imprimir
Publicidade
Outras notícias

Cadastro

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da Revista Saneas.