Radar ambiental

APP de alimentos combate desperdícios

O recém-criado b4waste é um aplicativo que mostra aos consumidores onde encontrar os alimentos com preços mais acessíveis em supermercados, empórios, armazéns e padarias localizados na cidade de São Paulo. Trata-se de produtos que estão próximos de vencer o seu prazo de validade e assim possuem descontos de cerca de 50% ou mais. O cadastro no APP, disponível para Android e iPhone (iOS), é simples e o consumidor opta por uma entrega em casa, retirada ou consumo no local da compra.

Segundo dados da própria plataforma, 34% dos alimentos produzidos no mundo são desperdiçados. No Brasil, 8,7 toneladas de alimentos são jogados fora. Essa produção elevada, somada ao desperdício, causam ações negativas diretamente ligadas ao meio ambiente, com exploração de recursos que não são aproveitados e farão falta no futuro.

Fonte: Só Planeta  

Museu do Amanhã/RJ: “Experiência: Futuros Urbanos”

O visitante do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, vai embarcar em uma jornada imersiva para a cidade do futuro. A exposição “Experiência: Futuros Urbanos”, que fica aberta até o dia 31 de outubro de 2021, promove uma experiência que propõe, de forma lúdica, reflexões acerca do desenvolvimento das metrópoles.

Ao longo da projeção, que dura aproximadamente sete minutos, os visitantes acompanharão quatro personagens em sua jornada por vários cenários possíveis para o futuro. A atividade está comprometida com o ODS 11 da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU): Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis

Saiba mais no link no site do Museu do Amanhã

Neuri Freitas é o novo presidente Aesbe

O especialista, que é presidente da Cagece, foi eleito durante a 3ª Assembleia Geral Extraordinária, realizada, em João Pessoa/PB, no dia 30 de julho.

A Aesbe – Associação Brasileira das Empresas Estaduais de Saneamento tem novo diretor-presidente: Neuri Freitas, presidente da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). O especialista foi eleito durante a 3ª Assembleia Geral Extraordinária, realizada, no dia 30 de julho, em João Pessoa, na Paraíba. Freitas exercerá o mandato no biênio 2021-2023 e terá o desafio de continuar a missão de representar todas as companhias estaduais de saneamento do país.

O profissional está à frente da Cagece desde março de 2015. Vinculada institucionalmente à Secretaria das Cidades, a empresa presta serviços de tratamento e distribuição de água e coleta e tratamento de esgoto em 152 dos 184 municípios do Ceará.

Neuri Freitas possui graduação em Ciências Contábeis pela Universidade de Fortaleza (2000), MBA em Controladoria e Finanças pela Universidade do Grande Rio (2001) e mestrado em Controladoria pela Universidade Federal do Ceará (2008). Com uma atuação nas áreas administrativa, financeira e comercial, esteve envolvido principalmente com os seguintes temas: controladoria, custos, orçamento, sistema de informações gerenciais e comercial.

Fonte: Aesbe

Sustentabilidade no cinema

Listamos três documentários sobre sustentabilidade que você pode assistir na Netflix. Confira:

Brave Blue World

O documentário Brave Blue World explora as empolgantes novas tecnologias e inovações que possuem o potencial de resolver a crise mundial da água. O filme destaca os avanços científicos e tecnológicos que vêm ocorrendo para garantir que a população mundial tenha acesso à água potável e serviços de saneamento seguros, protegendo o meio ambiente. O documentário conta com a presença de Matt Damon, Liam Neeson e Jaden Smith.

Seaspiracy: Mar Vermelho

Um cineasta apaixonado por oceanos decide documentar os danos causados pelas espécies marinhas. No entanto, ele acaba descobrindo uma teia global de corrupção.

Nosso Planeta

Uma viagem por 50 países que mostra a diversidade de habitats ao redor do mundo. São imagens inéditas da vida selvagem, desde o Ártico, passando pelas selvas da América do Sul e pelas profundezas dos oceanos, até as paisagens africanas. O projeto mostra a importância de preservar o mundo natural.

Exposição gratuita “Encontros Ameríndios” no Sesc Vila Mariana

O Sesc Vila Mariana, em São Paulo, expõe obras de artistas indígenas de países das Américas, entre os quais Brasil, Peru, Panamá e Canadá. As visitas são presenciais e gratuitas. Quem for conferir as obras pode participar da ação “Mesa Brasil Sesc” doando um quilo de alimento não perecível e dentro da validade. As doações serão repassadas para 120 mil famílias assistidas pelo programa.

Na exposição, a narrativa proposta pelos curadores torna os mundos ameríndios reconhecíveis e comunicáveis não apenas entre si, mas para todo o público. A mostra apresenta uma seleção de obras, incluindo pinturas, desenhos, arte digital, bordados e entalhe em madeira, enfocando a criatividade individual dos artistas.

Para agendar a visita, acesse aqui.

Exposição “Revivre” no Museu Natural de Paris

Os visitantes podem ver animais extintos no Museu Natural de Paris dentro do corredor intitulado como Grande Galeria da Evolução. Um dos exemplos é o tigre-dentre-de-sabre que viveu na América há mais de 10 mil anos, com seus dentes caninos de 28 centímetros bem de perto, graças ao recurso de realidade aumentada. Para experimentar a sensação de estar ao lado da fera o visitante usa óculos especiais para interagir com o holograma projetado em tamanho real.

Tudo parece muito real e mágico nesse universo em que “vivem” 11 espécies que desapareceram há milhares de anos da Terra. Reproduzidas em tamanho real, essas espécies fazem parte da exposição Revivre (Reviver), inaugurada em junho, que agora integra a programação permanente do museu. As 11 espécies “ressuscitadas” na exposição são:

Tartaruga gigante de Rodrigues (cylindraspis vosmaeri)

Dodô (raphus cucullatus)

Vaca marinha de Steller (hydrodamalis gigas)

Quagga (equus q. Quagga)

Ave-elefante (aepyornis maximus)

O grande pinguim (pinguinus impennis)

Pombo migratório (ectopistes migratorius)

Tigre da tasmânia ou tilacina (thylacinus cynocephalus)

Marfim vermelho ou round-helmet calao (rhinoplax vigil)

Besouro de angola (mnematium cancer)

Grande tigre dente de sabre (smilodon). 

Assista ao vídeo de divulgação da exposição e sinta a sensação de estar no local.  

Fonte: Conexão Planeta

Sobrecarga da Terra

Desde 1969 a organização internacional sem fins lucrativos, Global Footprint Network (GFN), calcula a exploração dos recursos naturais da terra feita pelo homem em comparação com o tempo que seria necessário para a regeneração desses recursos. O chamado “Dia da Sobrecarga da Terra” (Earth Overshoot Day), que serve de alerta e para pressionar governos a tomarem medidas sustentáveis de preservação do meio ambiente. No dia 29 de julho, chegamos ao limite, gastamos tudo que era reservado para o ano.

Agora estamos em dívida com o planeta, ficamos no vermelho e estamos usando o “cheque especial” dos recursos naturais da terra. Para piorar, isso aconteceu três semanas antes do que em 2020 no mundo, no Brasil atingimos dia 27 de julho. O aumento no desmatamento da Amazônia é um dos motivos que contribuíram para atingirmos essa marca. A cada ano que passa o esgotamento dos recursos naturais do planeta chega mais cedo, inclusive em países considerados potências e muito desenvolvidos.

Fonte: Conexão Planeta

Madrid terá corredor verde com 500 mil árvores

O Departamento de Desenvolvimento Urbano (Desarrollo Urbano del Ayuntamiento de Madrid) anunciou que irá criar uma espécie de corredor verde ao redor da cidade, com o plantio de quase 500 mil árvores, que vai abranger uma área de cerca de 75 km. O objetivo é que a ação ajude a melhorar a qualidade do ar na capital da Espanha, reduzir o calor e absorver os gases de efeito estufa provenientes das atividades humanas.

A expectativa é que, depois de pronta, a muralha verde de árvores consiga absorver por ano 175 mil toneladas de gás carbônico, o CO2, apontado como um dos principais responsáveis pelas mudanças climáticas. Em 2018, Madrid foi a primeira cidade europeia a proibir a circulação de carros poluentes no centro da cidade e determinou que a circulação só poderia ser feita por equipamentos que fossem zero emissão de gás carbônico.

Leia mais em: Conexão Planeta  

10ª Mostra Ecofalante

A Mostra Ecofalante de Cinema, que chega à sua 10ª edição em formato online entre os dias 11 de agosto e 14 de setembro, anuncia os filmes selecionados para seus dois programas competitivos: a Competição Latino-Americana e o Concurso Curta Ecofalante.

Totalmente gratuito, o mais importante evento audiovisual sul-americano dedicado às temáticas socioambientais promove programação que contará com a exibição de mais de 90 títulos de diversos países, além de debates que discutirão temas como ativismo, biodiversidade, cidades, economia, povos e lugares, tecnologia e trabalho.

Veja todos os filmes da Mostra aqui

Run 4 Amazônia

O Run 4 Amazônia (R4M) acontecerá online, em 5 de setembro de 2021, com o intuito de transformar o esforço e movimento em engajamento e impacto positivo. Os participantes podem realizar a atividade de várias maneiras, sozinho e em segurança, com corrida, caminhada, andando de bicicleta e até passeando com seu cachorro. O valor da sua inscrição ajuda diretamente a melhorar a qualidade de vida de ribeirinhos, a fortalecer o protagonismo indígena e a estimular a bioeconomia da Amazônia.

Além de poder doar uma árvore no ato da inscrição, 60% de todo lucro líquido será destinado para ONGs credenciadas ao projeto para preservação da floresta e sua biodiversidade.

Saiba mais no site do evento (clique aqui).

Reciclagem de lixo eletrônico

Por meio do programa “Recicle com a Vivo”, a Fundação Telefônica Vivo estimula práticas de ESG entre colaboradores e parceiros. Para isso, foi criada uma campanha de coleta de lixo eletrônico no mês do Meio Ambiente, com 2 mil missões dentro da sua plataforma de voluntariado Game do Bem.

O volume de itens coletados equivale ao peso de 1,6 toneladas. Com o cumprimento das missões os voluntários garantiram uma doação no valor de R$ 50 mil para a Instituição Pimp My Carroça, que atua com catadores de material reciclado nas ruas. O valor será utilizado para a compra de mais carroças e materiais de segurança para os colaboradores.

Leia mais no site da Envolverde

Sustentabilidade nas Olimpíadas de Tóquio

O Japão é um país reconhecido mundialmente por sua educação ambiental inserida na sociedade, desde a pré-escola as crianças adquirem o hábito de produzir pouco lixo, reciclar e descartar de forma correta. O exemplo seguiu para os Jogos Olímpicos de Tóquio, com suas mais de 5 mil medalhas de ouro, prata e bronze confeccionadas a partir de material reciclado de lixo eletrônico. O objetivo é mostrar a importância da sustentabilidade.

Desde 2017 o país começou a adotar medidas para tornar os jogos os mais sustentáveis de todos os tempos e o ápice do planejamento ficou por conta do objeto mais desejado: as medalhas. Foram coletados nesse período 78.985 toneladas de material eletrônico descartado, sendo mais 6,21 milhões de celulares, laptops e câmeras digitais.

Fonte: Exame

Livro aborda experiência brasileira em economia ambiental

De autoria do economista Gesner Oliveira e do administrador de empresas Arthur Villela, o livro “Nem negacionismo nem apocalipse – Economia do Meio Ambiente: uma perspectiva brasileira” é um trabalho que coloca em debate os princípios e práticas da economia ambiental baseado na experiência brasileira. A obra ajuda na discussão, apresentando alternativas para a retomada econômica no mundo pós-pandemia da covid-19, no qual a sustentabilidade, a economia verde e a preocupação com as emissões de gases do efeito estufa são questões urgentes para os governantes.

No livro, os autores se debruçam sobre o enorme desafio que a gestão global dos recursos naturais enfrenta. De um lado, o atual nível de consumo é claramente insustentável. De outro, não será possível que os países em desenvolvimento sigam o roteiro adotado pelos desenvolvidos nas últimas décadas.

Focado na realidade brasileira, a obra conta com versão online e interativa, na qual o leitor pode acessar vídeos que complementam os assuntos discutidos em cada captítulo e ainda consultar materiais adicionais sobre o tema por meio de um QR code.

FICHA TÉCNICA

Título: Nem negacionismo nem apocalipse – economia do meio ambiente: uma perspectiva brasileira

Autores: Gesner Oliveira  e Artur Ferreira Vilella

Número de Páginas: 304 páginas

Idioma: Português (versão em inglês no site)

Ano da publicação: 2021

Preço de capa: R$ 75,00

13° Fórum Nacional Eólico

Nesta segunda-feira, 29 de julho, será realizado de forma online e gratuita o 13° Fórum Nacional Eólico – Carta dos Ventos. O evento é uma iniciativa conjunta entre o CERNE – Centro de Estratégias em Recursos Naturais & Energia e a VIEX, com apoio institucional da AESabesp – Associação dos Engenheiros da Sabesp.

O fórum é o principal encontro político-econômico do setor eólico nacional e reúne autoridades e especialistas para debater o futuro da aerogeração no Brasil.

O evento conta com milhares de participantes e tem ampla repercussão na mídia, servindo como referência para o regramento do setor. Para conhecer a programação, outras informações e realizar a inscrição, clique aqui.

Brasil e os ODS

A 5ª edição do estudo “Relatório Luz da Sociedade Civil sobre a Agenda 2030”, realizado por organizações não governamentais, entidades e fóruns da sociedade civil brasileira, aponta que o Brasil está regredindo em diversas áreas como: pobreza, segurança alimentar, saúde, educação, gênero, economia e meio ambiente. Isso ocorre em um momento em que o mundo está empenhado em avançar no cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU).

Além da análise das metas, o relatório traz 127 recomendações para que o Brasil avance no cumprimento do que foi pactuado na ONU, em 2015.

Acesse o relatório aqui    

Sandálias sustentáveis

Na última segunda-feira, 19 de julho, a Ipanema, marca do Grupo Grendene, lançou a linha de sandálias “Recria”, com 60% de matéria-prima reciclada e adição de material “bio based”, por meio da casca de arroz. As outras linhas são produzidas com 30% de material reciclado.

Outra ação da empresa voltada para a sustentabilidade diz respeito aos Clubes Melissa, que agora passam a ter pontos de coleta para receber calçados que não tiverem mais condições de uso, doação ou troca. Os produtos serão recebidos e passarão por processos de reciclagem e reúso.

Fonte: Meio e Mansagem  

Desmatamento na Amazônia

Estudo divulgado nessa semana pelo Imazon (Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia) informou que entre agosto de 2020 e junho de 2021 houve um aumento de 51% no desmatamento da Amazônia. São cerca de 8,4 mil km² de floresta tropical devastada na região no período. Em comparação à análise anterior, entre 2019 e 2020, o número foi de 5,5 km² de devastação.

O estado do Pará tem a liderança negativa com 40,3% do desmatamento do bioma, o Amazonas apresenta 17% e o Mato Grosso 15,9%.

Leia mais aqui.

Fundação SOS Mata Atlântica e Snoopy

A Fundação SOS Mata Atlântica e a Peanuts Worldwide firmaram parceria como parte do projeto “Take Care with Peanuts”, para criar a Floresta Peanuts. A iniciativa vai atuar no reflorestamento do bioma. O objetivo é plantar 75 mil árvores dentro de cinco anos.

O tema do meio ambiente está presente há muitos anos nas tirinhas de Peanuts e em especiais de TV que tocavam em mensagens sobre questões ambientais, como um dos anos 1960 chamado “É Dia da Árvore, Charlie Brown”. “O braço de ação ‘Cuidar da Terra’.

Assista aqui

Fonte: Meio & Mensagem investe na produção de embalagens ecológicas durante a pandemia

Embalagens ecológicas

O empresário mineiro Carlos Henrique Siqueira deixou a sociedade em uma empresa de açaí, que ajudou a fundar há 10 anos, para se dedicar a um novo negócio. Hoje, ele produz embalagens de papel sustentável e se tornou fornecedor da antiga empresa e diversas outras. A ideia surgiu da necessidade de encontrar o produto durante a pandemia, que se tornou escasso pelo alto consumo de delivery.

O empresário resolveu internalizar a produção, investiu na compra de uma máquina e começou a fabricar 100 mil embalagens por mês em abril de 2020. Totalmente dedicado ao novo negócio, Carlos Henrique Siqueira produz 2 milhões de itens por mês, com matéria-prima sustentável para que a decomposição seja rápida e não agrida o meio ambiente, caso seja descartada de forma incorreta.  

Fonte:  Um só Planeta   

27º Congresso Mundial de Arquitetos – UIA2021RIO

Termina nesta quinta-feira, 22 de julho, em formato online, o 27º Congresso Mundial de Arquitetos – UIA2021RIO. Esta é a primeira vez que o congresso é realizado de maneira 100% digital.

O evento reúne profissionais e futuros líderes na arquitetura e urbanismo em áreas afins para debater o futuro das cidades e a cidade do futuro. Durante a realização, os especialistas analisam o panorama global e questões locais, formulam propostas e apresentam soluções voltadas para a sustentabilidade e para melhoria da qualidade de vida.

Para mais informações, acesse aqui.

Compartilhe
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on print
Imprimir
Outras notícias

Cadastro

Cadastre-se e fique por dentro das novidades da Revista Saneas.